Um assunto de vida ou morte

A morte é um termo tão medonho se visto de perto..
As pessoas endeusam e temem muito a morte.
Sempre me pego vendo meus tios, amigos, namorados e afins dizendo:tome cuidado, nao quero que nada de mal te aconteça...O que pode acontecer meu Deus? Corremos perigos em todos os lados...
Acho que o meu perigo maior está em mim mesma. Meu maior medo não é ser assaltada, esquartejada, morta, abandonada em algum matagal...Meu maior medo é de me trancar em casa, temendo os perigos "lá fora", esquecer dos meus objetivos, me acomodar e viver assim a vida inteira:temerosa, com pavor até do moço que vem pedir informação.
Não acho que a morte deve ser levada tão a sério..Afinal, como diria meu querido Rosinha¹: "As pessoas nao morrem, ficam encantadas". Digo isso porque meu pai faleceu há 6 anos e até agora sinto que ele ainda está conosco, principalmente comigo, e a quem devo todos os progressos que tive. Ou seja, o corpo dele se foi, mas a lembrança e a presença espiritual dele continua.
A vida não se resume apenas a nascer, crescer, reproduzir e morrer...Há bem mais que isso.
Devemos viver a vida sem medos, Fazer o bem, Alcançar nossos objetivos e fazer tudo que gostamos..
Soa estranho, mas nosso lindo corpinho, que malhamos tanto pra acabar com a celulite vai ser reduzido a pó (o meu a cinzas, pois vou ser cremada, segundo a minha vontade). Já nossas almas e a nossa lembrança para as pessoas que fizemos o bem e que bem convivemos permanecerá em tempo indeterminado...
Ou seja, a morte não é tão medonha e mortífera assim...

Bjo defuntos..

¹Joao Guimarães Rosa

8 comentaram:

vida cotidiana disse...

Adorei a visita lá no vida cotidiana, seu blog é lindo, parabéns. Agora o medo da morte é algo meio que passado de gerações em gerações, concordo com você, o que importa é o que levamos, a nossa alma e atitudes positivas, bjs

Max Psycho disse...

realmente não podemos nos apegar a esta forma carnal, afinal o que interessa é o espirito, não devemos viver em função deste mundo, bjus gata e belo texto

Luciana disse...

A morte é uma coisa meio complicada de lidar. É estranho pensar que uma pessoa morreu e nunca mais será vista, nunca mais sentiremos seu cheiro, ouviremos sua voz, nuca mais a abraçaremos. É estranho. Mas o tempo acaba curando essa dor da perda e fica apenas a saudade. Não tenho medo de morrer, mas tenho medo da violência que reina nesse mundo. Mas nem por isso deixo de fazer as coisas que tenho vontade, claro que com muita prudência...

Beijos!

Danilo disse...

Amor, eu sei de tudo isso que você falou. Mas me preocupo assim mesmo, e dizemos essas coisas porque você é importante para nós, sabe? Mais do que isso, vivo por e com você, e por e com minha familia, por isso temo e me procupo tanto com vocês.

Te amo demais minha anjinha linda e fofa.

Nah disse...

esse é um assunto que sempre gera controvérsias... a nossa sociedade sempre pregou a morte como um tabu. As pessoas tem medo de falar dela ou tocar no nome de quem já morreu.

Segundo o catolicismo, quando morremos vamos pro céu. E acabou. Mas... será que é assim que funciona? Eu não penso desse jeito. Como vc disse, vc sente seu pai sempre por perto, mas ele já morreu. Pra mim, isso vai muito além do nosso entendimento. A morte é vista como uma coisa ruim, mas não é.


Obrigada pela visita no meu blog... volte mais vezes!


*bjoO!
=]

Melsavinon disse...

A parte do "bjs defuntos" foi a melhor!!!!!!!!!!
Mas a verdade é que o medo tanto serve para proteção como para travar a nossa vida,até de coisas que em si mesmas não seriam tão ruins...sei lá...

Max Psycho disse...

baby minhalinda guria que eu adoro, bjus mils

Melsavinon disse...

Daqui a pouco o amor bate na sua porta e vc vai saber que é o tal...no fundo a gente sabe...

BEM VINDOS AO TAIPAN DOMESTICADA...INJETEM SEUS VENENOS À VONTADE.
 
Copyright 2009 TAIPAN DOMESTICADA All rights reserved.
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress Theme by EZwpthemes