Sinceridade...

Ao pé da letra uma coisa que todo mundo exige,
mas ninguém gosta de oferecer...


Como dizer a verdade sempre??

Como alertar ou até mesmo mudar a vida de alguém com um comentário verdadeiro, mas que magoaria alguns sentimentos e crenças??

É complicado pra nós, mortais sentimentais (até os mais rochosos de coração) dizer sempre a verdade para as outras pessoas..


Como dizer, por exemplo, que odeia blusa rosa pink abadá, quando se ganha uma da mamae querida?
Como dizer que não compartilha das idéias de pintar o mundo de preto do seu colega de faculdade??

Como dizer à mamae pra nao te chamar daquele apelido horrível de infância que ela adora??

Como não dizer ao maninho mais novo para nao dizer palavrões e nem ficar elogiando o seu ex na frente do atual namorado??

Como dizer à sua irmã mais nova que a carne que ela fez para o almoço de domingo com tanta empolgação ainda está berrando e parecendo uma salina??

Como falar com sua amiga gordinha que saruel não fica bem nela??
Como falar pra titia querida que voce odeia peixe, quando ela compra quilos e mais quilos??

Como falar para um moço todo meigo que nao compartilha das idéias de casamento em uma queda livre, preso apenas pelo pé(bungee jump..é assim??)?
Como demonstrar alguns sentimentos sem saber que a vítima compartilha dos mesmos??
Como dizer para o mendigo que voce tem dinheiro sim, mas vai gastar no McDonalds??

A empolgação das pessoas em nos mostrar uma idéia, uma roupa nova, dar um presente inusitado, contar uma aventura estranha nos faz algumas vezes ter que contar, como diria uma querida pessoa, "as mentirinhas sociais".

Claro que às vezes perdemos uma oportunidade de contribuir para a melhora de alguém ou algo...mas essa nossa intolerância à sinceridade nos obriga a omitir algumas de nossas opiniões.


Quem gostaria de ao perguntar se está gorda,
ou feia, ou mal vestida, ou errada,
ou estranha, ou mal-humorada,
receber uma resposta afirmativa?

Grandes mentiras são, claro, muito ruins e desencadeiam um efeito dominó terrível, onde voce tem que inventar cada vez mais mentiras para encobrir uma outra não tão grande. E outras que nos fazem mal e obrigam a "empurrar com a barriga" tais situações...uma hora nos encontramos prensados e obrigados a dizer a temida verdade.

Mas exagerar na sinceridade...é pedir demais.

Li o livro "As mentiras que os homens contam" e acabei por concordar com o autor. Às vezes, uma mentirinha inocente livra os dois lados de uma situação triste, constrangedora e desnecessária.
No entanto, se optarem pela verdade, expressem-na com carinho e respeitando as limitações de entendimento da outra pessoa e de um jeito que nao pareça egocêntrico ou prepotente.
E nao saiam por aí mentindo aos quatro cantos, rapazinhos...
Fiz um curso de Psicologia da Mentira e sou expert...não em mentir, que fique claro, mas em descobrir mentiras. Um dia dou uns truques.

Beijinhos...ótima semana.

*Alguém anda reclamando que nao posto mais sobre o universo obscuro dos homens. Tenho algumas idéias sobre esses seres abomináveis e inevitáveis, mas estou buscando um embasamento científico e uma prática real da coisa. Logo volto a falar deles.

4 comentaram:

Max Psycho disse...

eu sou bem sincero e por isso ja perdi muitas amizades no caminho, mas jamais direi uma mentira só para agradar alguém, bjus meu anjo

Dai disse...

Só o ogro pra dizer isso..
Ogros nao sentem..logo, ogros nao mentem...

Bjoo querido.

Luciane Miranda disse...

realmente sinceridade é meio complicado... ja magoei mtu dizendo verdades, mas certas coisas tem que ser ditas
=/
faz parte


seu blog ta bem legal
xD
bjs

Indi disse...

Adorei seu blog... por isso criei um link dele no meu...
Se quiser me visitar será bem vinda...

BEM VINDOS AO TAIPAN DOMESTICADA...INJETEM SEUS VENENOS À VONTADE.
 
Copyright 2009 TAIPAN DOMESTICADA All rights reserved.
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress Theme by EZwpthemes