Perdendo tempo

"João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou pra tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história."
[Carlos Drummond de Andrade]

Começo esse post com o ilustre Drummond, dizendo exatamente aquilo que não aguentamos mais de tanto saber, mas guardamos sob o tapete: O amor nunca é correspondido exatamente como a novela-das-oito-que-começa-às-nove prega. Diante de cada casal que encontro, lá vem as queixas, um se queixa do outro, que se queixa desse um, e os solteiros se queixam de não ter de quem se queixar, e estamos todos a procura de um amor que nos faça feliz a vida inteira, até nas dores de dente.

Mas ele é praticamente impossível [exceto na novela que citei], pois as pessoas nunca se acertam. Você gosta de alguém, que gosta de outro alguém, que se casa com um outro ainda mais alguém e embanana a história inteira, exatamente como no poema de Drummond.

Por incrível que possa parecer, todos nós somos frigideiras e ninguém tem sua tampa certinha. Alguns acham uma tampa meio gasta, de uma panelona de arroz que foi dispensada e adota. Mas aí está o problema: ela não é a tampa certa!
É triste conhecer a verdade, mas ela está aí. Enquanto você compra flores e bombons para um alguém, este está maquavelicamente planejando uma maneira de partir bem partido o seu coração. E a dedicação nunca é a mesma...e o amor nunca é o mesmo...e nada é igual.

Você troca de alguém, um alguém até muito do interessante e ele se mostra apenas um alguém comum, de quem, ou você vai abandoná-lo na rua da amargura ou ele consegue fazer isso primeiro com você.

Então que acha de perder tempo sendo amado e não amando?? Não dá, porque quem te ama não te arranca suspiros e não cheira à brisa corrente da manhã, entre as 5 e 6 horas, antes do sol nascer.

Pergunto para o José, do mesmo autor do poema acima: E agora???

*Entrando em contagem regressiva para o drama que é um dia dos namorados sem namorados. Vou filtrar alguns telefones e pagar alguém pra segurar na minha mão...ou ligar pro meu outro celular e ficar me declarando para mim mesma ao som de Whitney Houston, Alejandro Sanz ou algo parecido...e o que não falta são os algos parecidos. 
 

2 comentaram:

Anônimo disse...

Acho que a autora desse post está com dificuldades para esquecer um grande amor ...
Minha cidade é cheia de festas pros solteiros. Te garanto que a sua também deve ter.
Fique bem!

Luciana disse...

É,eu penso como vc.Inclusive li uma reportagem falando que filmes e novelas com romance só servem pra nos iludir mais.
ô céus,ô Deus rsrsrs
Vamos fazer uma campanha pros sem namorados,no dias dos namorados?kkkkkkkkkk
Mas enquanto isso na sala de justiça...vamos brincar?Tô participando de um meme e quero compartilha com vc?Topas?Dá uma olhada lá em casa.
Bjk

BEM VINDOS AO TAIPAN DOMESTICADA...INJETEM SEUS VENENOS À VONTADE.
 
Copyright 2009 TAIPAN DOMESTICADA All rights reserved.
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress Theme by EZwpthemes