Filosofias inúteis de sábado

Depois de muitos projetos meus não meus, retorno ao lar..

Hoje quero falar de um tudo..
A começar por coisinhas que andam me tirando do sério.

Que culpa tenho eu da desgraça alheia??Quer um conselho? Nunca despeje a sua má vida sentimental e sexual para uma amiga recente...é tédio na certa.
As pessoas falam normalmente de coisas tão íntimas para o colega do lado, sem ao menos saber o nome da vítima.
Tenho ouvido cada coisa, cada história. Para mim que nao costumo sair falando aos quatro ventos das minhas aventuras e possíveis desventuras, a coisa soa meio estranha, meio impessoal.
E tentem SINTETIZAR a coisa, pelamordedeus.
No blog é diferente, lê quem quer...mas assim, tête a tête é louco pra nenhum Castanho botar defeito.

Outra coisa: tudo bem que a sua vida é uma porcaria, que voce nao tem o que quer, que voce nao sabe o que deveria saber, que sua mulher te chifra e que seu irmaozinho fez xixi na sua cama...Vai se mudar ou se ferrar...eu nao sou culpada!

Tudo bem que mitomania tá na moda, mas SÓ PRA QUEM SABE. Nao adianta olhar pra esquerda(se voce é destro) e sair inventando cavaleiros do apocalipse por aí.

Outra bem interessante...NUNCA ACHE NADA FEIO. Aprendi no curso de design, que para estudar a beleza seja lá do que for, procure primeiro saber quem a criou, qual a intenção, qual o estilo de quem está a ser julgado, quais os pontos positivos e negativos...e se tudo pesar pra menos, detona.

Nunca confie no seu computador...eles também são como homens: Na hora em que voce mais precisa, ele falha.

Nunca pergunte a uma criança de onde ela é...as respostas nunca serão satisfatórias..O Ronald Rios, com 6 anos já respondia que era da Lua.

Como diria gostosinha, UNS TANTO OUTROS NADA...então conforme-se com a condição encalhatória que o maldito destino te reserva, enquanto outras se esbaldam com o que pra elas sobram.

Nao mande(Never, ouviu Thiago??), mensagens com cara de anônimo alertando alguma tragédia...as palavras tem força.

Nao faça joguinhos...há a REAL e enorme possibilidade de voce perder. E ainda mais nessa época de homos sapiens stupidus...As pessoas(mulheres) nao dispoem nem de tempo nem de paciência pra tolerar essas coisas.

Hoje filosofei bastante no twitter, entao fecho o post com uma que me lembrei há muito tempo ter ouvido de um ex-relacionamento, em que as únicas coisas bacanas eram os pães(nao, ele nao era padeiro, mas me ensinou umas receitinhas), as piadas e as pegadas de pé da sogrinha louca.

"Homens são como pães: Se voce colocar muito fermento, ele fica indeglutível..."
(Sábio Diogo, que me viciou em pães e homens)

1 comentaram:

Max Psycho disse...

Minha eterna filosofa, bjus minha Fiona

BEM VINDOS AO TAIPAN DOMESTICADA...INJETEM SEUS VENENOS À VONTADE.
 
Copyright 2009 TAIPAN DOMESTICADA All rights reserved.
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress Theme by EZwpthemes