Gosto de manga*, sabor de abandono

"Nós devemos dar prioridade a nós mesmos, sempre!"... já diz uma amiga..
Mas às vezes acabamos tão atropelados pela velocidade do mundo, que simplesmente nos vemos atarefados demais para viver a própria vida.
Isso está acontecendo comigo.
Depois de um efeito dominó avassalador, desencadeando os mais diversos problemas e preocupações, me vejo agora louca pra organizar a minha vida, assumir novos riscos, arregaçar as mangas e pôr todo o atraso de coisas em dia. Já organizei, fiz cronogramas, listas e agora é lutar por resultados positivos.
Infelizmente isso incita abrir mão de algumas coisas que eu não gostaria, mas que é necessário.
Durante o mês de novembro irei vir esporadicamente aqui no blog, só pra visitar os amigos que tanto aprecio e que de nenhuma forma abro mão...Mas nada de venenos por enquanto..
Dezembro chegando, odeio fim de ano, odeio revèilon, odeio carnaval, então posso organizar na santa paz e chegar ao equilíbrio apenas entorpecida com vinho, no meu canto de sossego.
Mas jamais vou abandonar definitivamente o blog, os amigos que adquiri, as postagens que tanto adoro ler e comentar...Digamos que é apenas uma "pausa internética"
Logo logo, volto com o gás todo...
Por enquanto, vou organizar meus dias e minha vida ouvindo Dreaming With Tears in My Eyes - Bono
Tenham ótimos dias.
*Sobre o título, a parte do gostinho de manga.
Tinha esquecido já..há muito tempo nao comia manga, por falta de tempo ou mesmo mero esquecimento e também porque lembra muito a minha infância. Na fazenda do meu pai era o que mais tinha...Adorava, comia com a casca, lambuzava a roupa e ria muito. E como doía a barriga...Hoje, depois de muito tempo, comi e me vieram todas as lembranças. E como foi bom.

7 comentaram:

Jou Jou Balangandã disse...

Dai,
parabéns pela iniciativa de se afastar um pouco para colocar em ordem o mundo real!
Sempre que puder, visite o Jou Jou, pois vc é muito bem vinda!
Boa sorte!
Beijos

Renata Nogueira disse...

Não demore! Beijão

Max Psycho disse...

some não ein moça, bjus

Max Psycho disse...

Vou dizer pra vocês
O que eu penso da vida
O que eu penso do amor
O importante é viver
É amar sem sofrer
Seja lá como for
Eu já tive problemas
Já dormi pela rua
Mesmo assim sou feliz
Eu estou é vivendo
E não me arrependo
Das loucuras que eu fiz

Dê um chega na tristeza
Dê um fora na saudade
Aproveite a vida
Não fique pensando
Não fique chorando
Por coisas perdidas

Eu também já perdi
Eu também já ganhei
Eu também já sofri
Eu também já amei
Mas descobri
Que a vida é mesmo assim

Todo mundo agora
Vai cantar comigo
Todo mundo agora
Vai ser gente amiga
Todo mundo agora
Vai esquecer a dor
Todo mundo agora
Só vai pensar no amor.

Max Psycho disse...

Tanto tempo faz
Já não me lembro mais
Tudo ficou pra trás
E eu não fui capaz
De te amar
Um dia talvez eu volte
Quem sabe eu telefone
E você choraria ao ouvir minha voz
Dizendo:baby!
Volta pra mim
Eu digo, baby,
Não me deixe sozinha
Durante todo o meu caminho
Eu lembrarei que nós fomos felizes!
Vou no meu carro a cem
Um outro cigarro acendo
Nossos momentos loucos
Vou recordando aos poucos
E talvez,
Um dia, talvez eu volte
Quem sabe eu telefone
E você choraria ao ouvir minha voz
Dizendo: baby!…

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Néctar da Flor é um blog que sempre soube receber e retornar seus comentários. Nunca deixamos ninguém, por motivo algum, no silêncio de uma visita quando vem à nossa página. Por esse motivo queremos presentear todos os amigos que, assim como nós, sabem acolher qualquer pessoa que chega com gentileza na sua casa virtual. Sem recriminação, sem preconceito, sem frescura.



Simplesmente porque:



Acolhe com o coração!



Beijos jogados no ar, sempre!



-

Luciana disse...

Faça isso.É o que todos deveríamos fazer.
Organizar a vida é sempre bom.
Qndo voltar avise

BEM VINDOS AO TAIPAN DOMESTICADA...INJETEM SEUS VENENOS À VONTADE.
 
Copyright 2009 TAIPAN DOMESTICADA All rights reserved.
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress Theme by EZwpthemes